Um dos pontos mais positivos em seguir uma alimentação low carb é a variedade alimentar que esse estilo de vida possibilita. Mas, mesmo com tanta variedade, tem alguns alimentos fundamentais que quase sempre estão presentes no dia a dia dessa alimentação.

Se você gosta ou quer conhecer a alimentação low carb, preste atenção nessa lista de compras que preparei para você.

Aqui estão 10 alimentos nutritivos, deliciosos e que são super importantes para garantir o sucesso dos seus resultados.

Obs.: não se preocupe caso não goste de algum, ok? Individualize a lista de acordo com suas preferências e jamais coma algo que odeia só porque faz bem 😉 #dicadanutri (teremos outras várias ao longo do texto).

1. Vegetais

Os vegetais são a base da alimentação low carb e é por isso que essa alimentação é tão natural. Eles devem, na verdade, ser a base de TODO TIPO de alimentação.

Folhas, tomate, abobrinha, berinjela, couve-flor, brócolis, aspargos, palmito… são muitas opções!

#dicadanutri – Aproveite para inovar nas receitas e sair do “lugar comum”: experimente fazê-los assados no forno, na forma de espaguete ou purê, por exemplo.

2. Castanhas

Castanhas são ótimas opções de lanchinho rápido, prático e que não tem um grande impacto na glicemia (o que ajuda a manter a fome e o peso sob controle).

Você pode levar um pacotinho de castanhas a todos os lados, para beliscar quando bater uma fominha.

#dicadanutri – Prefira as versões sem sal. Se quiser colocar um sabor no seu mix de castanhas, experimente assá-las com um pouco de óleo de coco e temperos (como curry, sal) ou ainda com canela e um adoçante natural como eritritol ou xilitol (ou ainda açúcar de coco ou mel)

Só cuidado para não exagerar! Bom senso, sempre. 😉

3. Coco (e derivados)

O coco é um alimento maravilhoso que pode ser aproveitado de muitas formas: água de coco, leite, óleo, em lascas, desidratado, ralado, na forma de farinha… ufa!

O coco é rico em gorduras que saciam e é também rico em fibras, além de ser fonte de ácido láurico, uma substância que tem uma potente ação antifúngica e antiviral.

#dicadanutri – O consumo do coco ajuda, portanto, no combate a vírus e infecções. Oba!

4. Azeite de oliva extravirgem

Tá aí um alimento unânime.

O azeite de oliva extravirgem é rico em ácidos graxos monoinsaturados que protegem a saúde do coração.

Além disso, é uma ótima fonte de vitaminas A e E e por isso também tem um efeito muito positivo na saúde da pele e cabelos. Comida para nutrir a beleza. 😉

Mas é importante procurar uma marca confiável, de preferência com embalagem escura (para evitar a oxidação) e acidez abaixo de 0,5%.

#dicadanutri – Ah, e não há problemas em aquecer o azeite em temperaturas baixas, ok?

Basta não usá-lo para frituras.

5. Proteínas

Boas proteínas são fundamentais para a construção de músculos, renovação de tecidos, para a saúde da pele, unhas e cabelos.

Dentre os alimentos nutritivos que são ricos em proteína estão os ovos, carne, frango, peixe e queijos (para quem tem boa digestão) e os de fontes vegetal como feijão, quinoa, sementes, grão-de-bico, lentilha, algas e vegetais verde-escuros.

#dicadanutri – Enquanto proteína de menos adoece, proteína demais envelhece. É importante encontrar um equilíbrio no consumo!

6. Sementes

Assim como as castanhas, as sementes são ricas em nutrientes, saciatogênicas e têm baixo impacto na glicemia.

Podem enriquecer receitas (como panquecas, saladas, legumes) ou lanchinhos (como iogurtes e frutas).

Entre elas estão a chia, linhaça, semente de girassol e abóbora.

#dicadanutri – Não encontramos proteínas só nos produtos animais – as sementes também são boas fontes de proteína.

7. Abacate

O abacate é uma das frutas mais concentradas em nutrientes que existe.

A maior parte da sua composição é gorduras, fazendo com que seja uma ótima escolha para quem busca saciedade.

É também rico em glutationa, um dos mais potentes antioxidantes que existe.

Além de super nutritivo, o abacate é versátil.

#dicadanutri – O abacate vai bem em receitas salgadas como guacamole, num ovo ou salada ou ainda em receitas doces como shakes, com outras frutas ou ainda puro com um adoçante natural. Abuse da criatividade!

8. Chocolate rico em cacau

O chocolate com mais de 70% de teor de cacau é um alimento prático e muito mais nutritivo do que muitas barrinhas de cereal que encontramos por aí.

Isso porque não contém os flocos de milho ou arroz tão pobres nutricionalmente e tão comuns em barrinhas tradicionais.

Em vez disso, ele é composto de gordura do cacau (que é de alta qualidade), do próprio cacau (que é rico em antioxidantes) e de pouco açúcar (embora já existam versões com açúcar de coco ou adoçantes naturais).

#dicadanutri – Acostumar com o chocolate mais amargo é hábito. Ensine seu paladar aos poucos, até que saiba valorizar um chocolate bem amargo com um café sem adoçar.

Requer prática, mas você chega lá. 😉

9. Manteiga ghee

A manteiga ghee, ou clarificada, é uma versão mais pura e menos alergênica do que a manteiga tradicional.

Isso porque ela é removida de impurezas, da lactose e da caseína, que são suas partículas mais alergênicas.

Pouca gente sabe, mas a manteiga é uma das melhores fontes de vitamina A da natureza. Além disso, ela é rica em ácido butírico, uma substância de extrema importância para a saúde intestinal.

  • Ah, então isso significa que posso comer manteiga à vontade em low carb?

Claro que não!

Isso significa que você não precisa ter medo de comer manteiga e que ela pode ser um alimento delicioso e nutritivo para compor a sua dieta.

Especialmente se for a ghee.

#dicadanutri – Se quiser economizar, aprenda a fazê-la em casa. É rápido e fácil.

No Google você encontra receitas e vídeos explicativos de como fazer.

10. Frutas vermelhas e roxas

As frutas vermelhas e roxas têm a vantagem de conter uma baixa quantidade de açúcar e uma alta concentração de nutrientes.

São fontes importantes de antioxidantes e fitoquímicos que têm potentes efeitos antienvelhecimento e anticâncer. Que bom para nós!

Entre elas estão: framboesa, morango, amoras, açaí (sem xarope!) e mirtilos.

Aproveite para consumir aquelas a que você tem mais acesso, sempre que puder.

Além de tudo, vamos combinar que são uma delícia, não é?

#dicadanutri – As versões congeladas também valem. Para descongelar, basta colocar a frutinha por alguns minutos em água e consumir.

 

Se essa lista te ajudou e se você deseja receber em seu e-mail outras diquinhas como essas sobre alimentação low carb e saudável, assine a minha newsletter.

Prometo não encher sua caixa de entrada e, acima de tudo, prometo que você vai gostar! 😉❤

 

 

Pin It on Pinterest

Share This