Você já ouviu falar em protocolo FODMAPS para melhora da saúde intestinal?

Apesar de ser um pouco restritivo (e por isso deve ser feito pontualmente) é uma estratégia excelente e muito eficiente para a melhora especialmente de gases e estufamento.

Uso bastante nos meus pacientes que precisam e o resultado é sempre muito positivo.

Os FODMAPS são um conjunto de carboidratos que podem ser de difícil digestão para algumas pessoas (monossacarídeos, dissacarídeos, oligossacarídeos e polióis). Esses alimentos, apesar de nutritivos, tem uma característica osmótica (absorvem água) e fermentativa, piorando sintomas de gases e estufamento.

Entre os alimentos FODMAPs estão:
– Frutose (maçã, pêra, melancia, manga, mel);
– Lactose (laticínios);
– Frutanos (trigo, alho, cebola, aspargos fresco, brócolis, repolho);
– Galactanos (leguminosas como feijão, lentilha, soja e grão de bico);
– Polióis (xilitol, couve flor, cogumelos e frutas de caroço como abacate, damascos, cerejas, nectarinas, pêssegos e ameixas).

Sim, tem vários alimentos saudáveis nessa lista!
Por isso é importante (como sempre) uma análise individual e uma aplicação pontual, em fases agudas.

É importante lembrar também que esse protocolo por si só não resolve problemas intestinais mais sérios. Entender a origem dos distúrbios (disbiose, SII, aumento da permeabilidade intestinal) e tratar as causas (dificilmente é uma só) é fundamental para um resultado efetivo e duradouro.

Pin It on Pinterest

Share This