Entender que Low Carb não é uma dieta é importante para colocar essa alimentação em prática da forma correta. Neste texto eu explico um pouco mais sobre Low Carb como um estilo de alimentação para a vida. Dê uma olhada e veja se você se identifica 😉

Um erro muito comum de quem ainda não entende exatamente o que é Low Carb é achar que se trata de uma dieta da moda, cujo único intuito é o emagrecimento.

Embora a alimentação Low Carb possa, sim, auxiliar o controle de peso duradouro e sustentável, é uma estratégia alimentar que pode oferecer resultados positivos em diversos aspectos em saúde ao longo da vida.

Esclarecer isso é o primeiro passo para poder incorporar a alimentação Low Carb em sua rotina e não achar que é algo para fazer durante alguns dias, apenas para perder uns quilinhos.

E é por isso que Low Carb não deve ser um conceito de restrição!

Ninguém consegue seguir uma alimentação muito restrita para a vida.

Sempre falo sobre isso: DOSAR É COMPLETAMENTE DIFERENTE DE CORTAR!

É aí que muitos erram. 🙁 Por isso é fundamental entendê-la para saber aplicar. 🙂

Eu defendo o estilo de vida Low Carb flexível, sem radicalismos.

CARBOS EM EXCESSO

Infelizmente o consumo de carboidratos é bem exagerado hoje em dia.

Claro, pense comigo: quase tudo que comemos tem carboidratos – pão, frutas, biscoitos, grãos, macarrão, sucos, barrinhas, tapioca, geleia, granola, mel… estamos o dia inteiro expostos a esse grupo alimentar, não é mesmo?

E os carboidratos viram açúcar no sangue, que por sua vez estimula a produção do hormônio insulina, que por sua vez bloqueia a queima de gordura pelo corpo.

Entende a importância de dosá-los para ter saúde?

Embora algumas pessoas possam se dar bem com quantidades maiores de carboidratos, outras, infelizmente, não têm resultados com um consumo tão grande e frequente.

Engordam, desenvolvem doenças metabólicas, perdem saúde e energia.

Então, Low Carb é um estilo de vida?

Sim, Low Carb pode até estar na moda, mas não é um conceito novo ou baseado em achismo. Tem muita ciência por trás!

É um estilo alimentar possível de seguir para a vida, pois permite muita liberdade, não conta calorias e não tem como foco as quantidades.

O incentivo é que você coma comida de verdade, até se sentir saciado, sem a necessidade de comer num espaçamento de horários pré-determinado (ufa!).

Você respeita a sua fome a sua fisiologia; faz muito mais sentido do que comer de 3 em 3 horas mesmo sem sentir fome, não acha?

Claro que a ideia é que você tenha mais saciedade com um consumo maior de gorduras boas e sem os picos hormonais causados pelo excesso de carboidratos (especialmente refinados).

Com isso, aprende a ouvir e respeitar os seus sinais de fome e saciedade, algo fundamental e que muitos já não sabem fazer.

Sim, é claro que nada acontece sozinho.

Como em qualquer ganho, é preciso abrir mão de algumas coisas.

Carboidratos, especialmente refinados, podem ser “viciantes” e é preciso ensinar o corpo a usar um novo combustível, o que pode levar um tempo.

É também preciso estar disposto a voltar a ouvir o seu corpo com mais cuidado e atenção.

Mas é uma alimentação relativamente fácil de seguir.

Vamos combinar que ovos na manteiga, abacate, carnes ou leguminosas com vegetais, azeite, doces ou pães feitos com farinha de amêndoas, queijos curados, castanhas e até um chocolate rico em cacau e vinho tinto não são alimentos nada sacrificantes, concorda?

Sem contar que nada impede que você coma um brigadeiro bem tradicional de vez em quando!

O importante é o todo, o estilo de vida que segue. Por isso eu acho esse estilo alimentar o mais libertador. 🙂

Adotei essa alimentação há alguns anos, desde que o estudei a fundo e comecei a aplicar os conceitos em minha vida.

Senti muitas, muitas mudanças positivas na minha saúde, além de uma grande transformação no meu corpo, mesmo depois de ter duas filhas.

Posso dizer que hoje tenho um corpo e uma saúde muito melhores do que antes de ser mãe e sei que devo isso ao meu estilo de vida, que fui refinando com o passar dos anos e dos estudos que fiz.

Não há sofrimento, e sim muito prazer em seguir uma alimentação que me permite jantar fora, viajar, comer com prazer e mesmo assim obter resultados positivos.

O mesmo serve para os pacientes que atendo e aos quais recomendo esse estilo alimentar.

Isso serve também para as inúmeras pessoas que já participaram do meu programa de saúde “Desafio Low Carb”. A maioria relata que os aprendizados adquiridos ali repercutem em suas vidas até hoje.

É por isso que eu falo tanto dessa alimentação!

Porque acredito nela como uma ótima opção para uma vida mais saudável.

Claro que não é o único, mas é um excelente caminho. 🙂

Estou constantemente postando dicas, artigos e receitas nesse assunto por aqui e nas minhas redes sociais.

Meu objetivo é ajudar você a compreender todos os detalhes do estilo de vida Low Carb sem nenhum preconceito, mostrando que é possível sim encontrar um equilíbrio alimentar sem deixar de comer o que se ama. ❤

Para não perder nenhuma dessas informações, deixe seu e-mail para receber a minha newsletter e assim ficar por dentro de todas as novidades postadas! ?

Com carinho,
Fernanda.

Pin It on Pinterest

Share This